Como enfrentar as crises

Como enfrentar as crises

– O que é crise?

            Entende-se por crise, todo o estado de tribulação que põem em risco a nossa estabilidade e harmonia, neste contexto temos diversos tipos e abrangências de possíveis crises, quanto a amplitude, estas podem ser individuais ou coletivas, e quanto ao campo de atuação, as crises podem se manifestar em praticamente todos os campos da vida, seja no campo emocional, econômico, da saúde, político e em todos os demais possíveis.

 

– São as crises negativas e para que servem?

            Muito embora seja o mais comum encararmos as crises como fases negativas na nossa existência, estas, por piores que possam parecer não são de natureza má, pois, num primeiro momento trazem consigo a possibilidade do autoconhecimento e em seguida a possibilidade da evolução através da ação consciente sobre si mesmo.

Toda adversidade traz implícita sua natureza reveladora, ou seja, num primeiro momento, para um ser desperto ou já aberto para o caminho evolutivo, possibilita o autoconhecimento, bastando focarmos a nossa atenção para observar os detalhes da forma com que somos atingidos e a nossa própria reação ante a crise, sempre revela o quanto temos trabalhado as nossas virtudes, ou inversamente, o quanto estamos ainda mergulhados nos nossos vícios.

Somente após identificarmos nossas fraquezas, poderemos então agir com consciência sobre nós mesmos, objetivando nos alquimizar.

As crises são negativas e continuarão sendo, sempre para aqueles que persistem em continuarem mergulhados na ignorância, porém, para aqueles que estão procurando o caminho da espiritualidade, todas as crises lhes serão úteis de alguma maneira.

 

– A quem as crises atingem?

Sempre atingiram e sempre atingirão aqueles que deixaram de fazer o que deveria ter sido feito, por não desenvolverem virtudes como prudência, vigilância, saber dizer não, humildade, paciência, e outras, permitem-se debilidades as quais serão a porta de entrada das crises.

Neste diapasão, uma crise emocional sempre será precedida por um comportamento negligente quanto aos cuidados com este corpo, quanto ao seu alimento, purificação, reciclagem, ou seja, o que lemos, o que vemos, sobre o que falamos, e quais práticas temos aplicado concernentes a purificação do nosso corpo astral.

Na mesma linha, uma crise econômica, certamente se faz preceder por falta de atitudes sadias quanto ao entendimento e ações que efetivamente promoveriam a abundância na nossa vida, seja a falta de doação, falta de cuidado com nossos bens, indolência quanto ao trabalho seja no aspecto qualidade quanto quantidade, e sobretudo a manutenção de uma forma de pensar e agir não ressonante com a prosperidade.

Assim se sucedem as demais crises, que sempre se precederão da ausência de virtudes que carecem de serem trabalhadas.

 

“Não existe crise para aqueles que vigiam.”

           “Quem se ocupa não se preocupa.”

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *