Voltaire

“O mundo me intriga. Não posso imaginar que este relógio exista e não haja relojoeiro”.


Oeuvres complètes, Volume 1 – página 55, Voltaire, A. Ozanne, 1838

1 Comment

  1. Bela e sutil chacoalhada na mente dos que se dizem ateus.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *