Eduardo Galeano

“Eu já entendi para que serve a minha utopia. A minha utopia não serve para que eu chegue até ela, mas para me impedir de parar de caminhar”

Eduardo Galeano

1 Comment

  1. Utopia e esperança não são necessárias para se viver. O que existe é o presente, o real. Pisar nos cascalhos e sentir na pele o seu roçar.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *