Podcast

Baixe a versão em áudio de nossos artigos

Como solucionar nossos problemas 1

Como solucionar nossos problemas

 Versão do artigo em áudio para ouvir no celular, no carro, passar para o pen-drive, etc. Clique aqui com o botão direito do mouse e escolha “Salvar destino como…”. http://academiadefilosofia.org/wp-content/uploads/2016/07/Academia-Como-solucionar-nossos-problemas.mp3   Todos nós, se questionados sobre nossos problemas, imediatamente apresentaremos uma relação deles e nos parece que toda a nossa vida gira em torno destes problemas. Vivemos reclamando e  expondo-os em toda a oportunidade que temos, porém, sequer sobra-nos algum tempo para nos questionarmos o que sejam de fato estes “problemas”. Também, por desconhecermos suas verdadeiras causas eles  multiplicam-se e, não raras vezes,  tomam-nos de assalto.   – O que é um problema? Sob os olhos da filosofia aquilo ao qual chamamos de problema não existe da forma com que o vemos, pois é mera criação da nossa mente concreta quando nos relacionamos no mundo físico, ou seja, um problema nada mais é do que a projeção externa de uma desarmonia interna, na maioria das vezes de difícil detecção. A colocação acima explica porque as pessoas, de forma geral, têm problemas manifestadamente diferentes na forma e na sua profundidade. Porém, isto se explica pelo fato de sermos todos diferentes uns dos outros, portanto, naturalmente alimentaremos uma relação particular com o mundo que nos cerca.   – Como  nos relacionarmos...

Veja mais
O poder das pequenas coisas 1

O poder das pequenas coisas

 Versão do artigo em áudio para ouvir no celular, no carro, passar para o pen-drive, etc. Clique aqui com o botão direito do mouse e escolha “Salvar destino como…”. http://academiadefilosofia.org/wp-content/uploads/2016/07/Academia-Poder-das-pequenas-coisas.mp3   Nosso Ego costumeiramente despreza o pequeno e valoriza o grande. Faz isso por uma questão de vaidade, pois o grande nos parece mais compensador, é onde todos focam a sua atenção, é onde as coisas acontecem. Entretanto, esquecemo-nos de que todo o grande é formado do pequeno, a figura do grande não passa de uma forma mental e as coisas acabam por ter o valor que damos a elas. Neste diapasão, achamos que temos de ampliar as nossas conquistas e a vaidade nos conduz a buscar o grande. Desta forma, optamos por ter automóveis maiores, mas normalmente andamos sozinhos neles, casas enormes com três, quatro banheiros ou mais, porém, nela moramos em duas pessoas, ou muitas vezes sozinhos, e assim por diante, de maneira que procuramos expandir sempre buscando as grandes coisas, mais focados em satisfazer a vaidade do nosso Ego do que efetivamente pelo valor que estas grandes coisas de fato possam ter. No Egito Hermes Trimegisto, o três vezes grande,  deixou-nos um ensinamento numa máxima que dizia: ASSIM É EMBAIXO COMO É EM CIMA, ou seja,...

Veja mais
Compaixão 1

Compaixão

Segundo a filosofia budista a compaixão é o amor ativo, o que jamais pode ser confundido com dó ou piedade. Estes últimos não são exatamente sentimentos, trata-se de uma pseudo compaixão. Cotidianamente deparamo-nos com  vítimas de acidentes, de catástrofes naturais, de doenças e, de uma forma geral, com pessoas que se encontram em situações de debilidade, o que nos desperta um compadecimento passivo, o qual acreditamos ser compaixão. Entretanto, independentemente do nome que damos a este estado mental despertado em relação ao outro, perceba que ele não somente é indiferente com relação à(s) pessoa(s) debilitada(s), como também isto não o torna melhor, ou seja, nada muda. A verdadeira compaixão é resultado de uma alteração para melhor no nosso nível de consciência e,  necessariamente, promove uma mudança em todos aqueles que com ela conseguem travar canal de comunicação, ou seja, a compaixão é tanto causa quanto efeito, atuando em três níveis, senão vejamos: Nível do SER No nível do “ser”, a compaixão apoia toda a sua existência, pois ela é num primeiro momento resultado de uma autoconstrução, trata-se de uma união com a Natureza onde aflora o nosso verdadeiro “EU”, nosso verdadeiro “SER”. Este estado de consciência basta-se a si mesmo,  completa-se por estar conectado com o Universo. Portanto, deixa...

Veja mais
Uma visão sobre Deus 1

Uma visão sobre Deus

Deus Ser supremo, causa primeira, existente por si, absoluto, infinito, eterno, perfeito, onipotente, onisciente, o bem supremo (Summum bonum). Esses atributos de Deus poderiam ser admitidos por todas as religiões e aceitos, ainda que para negar a existência divina — pelos ateus. O mistério de Deus. Deus é proposto pela razão e pelo sentimento como explicação do universo, da origem do homem, dos valores, da moral e da verdade, bem, justiça, amor. Assim, se Deus existe, deve ser diferente de tudo e superior a tudo aquilo que se pretende explicar com sua existência, superior inclusive à razão humana, para a qual constitui um mistério. Apesar disso, é possível chegar, pela razão ou pela fé, à convicção da existência de Deus e mesmo a uma definição e a uma descrição dele. Qualidades que se atribuem a Deus, como infinitude e onisciência, no entanto, são apenas analogias com conceitos que a razão humana pode admitir: a essência de Deus é misteriosa para o homem. Até mesmo os que afirmam ter contemplado Deus consideraram a experiência indescritível em termos humanos. Se Deus fosse transparente e compreensível ao entendimento humano, seria apenas uma criatura a mais, algo pertencente ao mundo, e não a razão última de todas as coisas. A idéia genérica de...

Veja mais
Competição 0

Competição

O discípulo perguntou ao mestre: – Mestre, a competição traz o progresso? O mestre respondeu: – Depende. Depende do que você entende por progresso. O progresso pode ser entendido como sendo o desenvolvimento de novas tecnologias,  maior produção e acúmulo de riquezas. Se assim for, então pode-se concluir que a competição leva ao progresso, pois ela faz despertar no homem seus talentos latentes, adormecidos pela inércia e o comodismo. Assim, diante da necessidade de superar seu igual, o homem lança mão do que encontra de melhor em si, de suas melhores ferramentas para vencer a batalha que trava com seus colegas no trabalho, na escola e em qualquer outro lugar que levante bandeira de guerra, pois a competição é uma guerra. Lembre-se, filho, da guerra fria entre os Estados Unidos e a União Soviética, como a competição trouxe muito progresso, no sentido material: armas foram desenvolvidas, bem como técnicas de inteligência militar e inventos tecnológicos, os quais foram inseridos na medicina, na aeronáutica e em outros tantos ramos da ciência. Porém, pergunto-lhe, o mundo melhorou com tudo isto? Qual aporte espiritual esta competição trouxe à humanidade?  Quanta energia foi desviada, que poderia ter sido utilizada para ajudar a humanidade a buscar seu verdadeiro caminho? Filho, o progresso humano não...

Veja mais
Amor e Paixão 3

Amor e Paixão

Quantas vezes já ouvimos alguém dizer, até com orgulho, que está apaixonado  ou que, ainda, o amor é resultado da paixão. Por isto escrevemos este artigo, de forma a desvendarmos um pouco sobre o que, de fato, significa estar apaixonado por algo ou por alguém e o que, de fato, é o amor. Primeiramente, deixemos claro que paixão não é sentimento. A paixão pertence ao mundo da personalidade, enquanto os sentimentos emanam do ego superior. Em outras palavras: a paixão é egoísta, enquanto os sentimentos são puros e altruístas, a paixão provém do nosso corpo mental concreto, da nossa mente dos desejos, que é um dos  corpos o qual, juntamente com o corpo emocional, o vital e o étero-físico compõem a nossa personalidade mortal, temporal, passageira. Os sentimentos, entretanto, vêm da nossa tríade superior, dos nossos corpos por essência altruístas, que se encontram ainda latentes no homem, os quais um dia conquistaremos. Para entendermos a lógica da paixão, precisamos de um passo anterior: entender primeiramente nosso corpo mental concreto, já bem conhecido dos antigos povos hindus, tibetanos, egípcios e outros. Em sânscrito este corpo é denominado de “kama manas”, “kama” significa desejo e “manas” significa mente. Por conseguinte, este corpo sempre foi conhecido como a mente dos desejos, corpo...

Veja mais
Os dez mandamentos para uma vida melhor 0

Os dez mandamentos para uma vida melhor

Não queremos adoecer, porém agimos contrário a isso. Queremos ser felizes, porém agimos contrário a isso. Parece tão simples, porém somente os sábios agem pela simplicidade e, por isto, são sábios. Os dez mandamentos abaixo, se adotados com ritmo, agirão diretamente na melhora da qualidade de vida, expulsarão o mal e atrairão o bem, são os dez mandamentos para uma vida melhor: Evite fumo, bebidas alcoólicas, saltar refeições e sono; Faça com frequência alguma atividade física; Não dê mais valor às coisas do que elas têm; Leia bons livros, assista a bons filmes, cultive boas amizades, evite tudo aquilo que o agride, como reportagens e leituras sobre violência; Harmonize o seu ambiente de trabalho e o da sua casa. Mantenha as coisas em ordem e limpas; Não tenha inveja de quem quer que seja. Perdoe, não guarde rancor. Por pior que alguém possa ser, deixe para a natureza o que é função dela e não sua; Não reclame de nada, agradeça a tudo; veja as dificuldades como oportunidades de crescimento. A reclamação afasta o bem e atrai o mal; Faça um ato político sobre si mesmo todos os dias, ou seja, ao acordar decida-se por sorrir nesse dia por pior que possa estar se sentindo. O sorriso é a...

Veja mais
A Solidão 8

A Solidão

Normalmente vista como algo ruim, a solidão, aos olhos do filósofo, não desperta tanto medo, aliás há de se perceber que estar só é uma necessidade do ser humano mas, mesmo assim, a solidão tem sido uma sombra a assustar milhões de pessoas…

Veja mais
Mensagem para 2011 3

Mensagem para 2011

Quando estamos no limiar do início de um novo ano, um novo período em nossas vidas, marcado pelo movimento do nosso planeta em torno do Sol, certamente estamos ante uma data importante. Nosso calendário foi definido tendo o Sol como centro, o Sol como expressão maior da natureza de Deus. Por este motivo comemoramos o término…

Veja mais